quarta-feira, 30 de junho de 2010

abraços


um dia sem notícias. Parece pouco, certo ? Mas para um coração que ama, é muito. Não preciso te ter aqui fisicamente ao meu lado todos os dias, basta que eu saiba que tu pensas em mim e que o teu amor por mim é real e sem fim. Não digo que não sinto falta dos seus abraços, nunca diria isso! Afinal eles me enchem de alegria, são meu vicio. Sabes o quando me sinto bem e segura neles. Me fazes bem, meu bem. Eles que são um porto seguro para a minha embarcação de amor. Os maiores e mais aconchegantes braços do mundo! Teu cheiro, teu sorriso, tuas bobeiras, ah como me fazem bem. O ser que me faz sorrir, me faz perceber que todos os problemas sempre tem uma solução, por pior que seja a situação. Quem me ensinou a ver que tudo na vida tem um lado bom, tem algo que nos faz crescer. Um bobão que me faz rir na tristeza e que me traz ao chão pelos pés quando meu lado mais insano ou infantil resolve aparecer. Digo que não preciso todos os dias de tua presença porque agora tá tudo tão diferente, a segurança me domina. Você me passa isso. Tuas atitudes mudaram e me mudaram. Isso me tranqüiliza, me deixa feliz. Que tudo possa fluir sempre assim , como agora. Que nada nem niguém Que DEUS guie cada palavra, cada gesto, cada olhar nosso. Não me importa o local exato do planeta onde se encontre Brasil, Africa, Argentina, Argelia, Espanha, o que for, eu sempre vou te amar, te respeitar e te cuidar. Sim , cuidar. Porque como diz a velha frase : "Quem ama cuida", mesmo assim longe, distante fisicamente. Não deixo de pensar em ti, um momento si quer. Oro a Deus para que Ele te proteja e te guie, amor. Ele tudo pode e tudo fará para que você chegue aos meus braços inteiro (só com uns quilinhos a mais), sem faltar nadica de nada. No aguardo de mais noticias e conversas noturnas pelo msn, meu bem.

' Quem ama nunca desiste,
porém suporta tudo com fé,
esperança e paciência.'
- 1Cor 13.4-7

verdadeiramente


Mentir, enganar o outro ou até omitir alguma coisa pode custar caro, porque fere a dignidade da outra pessoa e põe em risco a confiança e a fidelidade. Escolher o caminho de não falar a verdade, mesmo que seja em pequenas coisas, é escolher pela traição da confiança que o cônjuge depositou em você. Isso mesmo! A mentira já é traição!

Jesus disse: "E a verdade vos libertará" (cf. João 8,32b). E é nesta perpectiva que os nossos relacionamentos podem amadurecer e tornar-se fecundos: quando uma pessoa pode confiar na outra, certa de que o (a) outro (a) está sempre lhe dizendo a verdade, que nada ficando às escuras, escondido, porque isso não é bom.

Para isso o primeiro passo é se decidir pela verdade, pela sua verdade, pois é nela que Deus pode agir e que as coisas vão tomando o rumo certo e se contrói uma vida feliz.

Fica a dica de hoje: rompa com o pecado da mentira no seu relacionamento. Decida-se por falar e viver sempre a partir da verdade, na luz, na graça de Deus.

Que o Senhor o abençoe neste propósito!

Diácono Paulo Lourenço

terça-feira, 29 de junho de 2010

my little girls


bem hoje eu vou postar um texto que eu fiz pra colocar num vídeo que eu montei ano passado, pra minhas amigas de guerra e sofrimento, as Boyzinhas 2009. Bem , pra quem não sabe, boyzinha é o nome dado as namoradas ou mulheres de Militares, dentro da Marinha. E ano passado eu e mais essas meninas amadas, nos encontramos por força divina e nos demos força em todos os momentos de angustia, saudade e desespero, enquanto nossos babies estavam na EAMES. Tudo o que eu vivi, me fez ser uma pessoa melhor, mais paciente, mais alegre e menos tímida até, porque com elas não dá pra ficar quieta. Sei que construi amizades verdadeiras, pois mesmo no tempo em que estive separado do meu namorado, foram elas que me ajudaram um bocado, mesmo eu já não estando ligada a elas diretamente. Cansei de ouvir um monte de besteiras sobre as amizades que construi, me disseram inclusive que isso não passaria de 2009, que só estavamos unidas pela EAMES, mas já estamos em 2010, e posso dizer hoje que a nossa amizade só tem aumentado. Claro que algumas se afastaram, outras já não são mais boyzinhas, mas tudo o que vivi , valeu a pena. Eu sei que a nossa amizade vai muito além do motivo pelo qual nos conhecemos, vai muito além da Marinha, da EAMES e até mesmo dos nossos namorados. Mesmo e principalmente as que não são mais "boyzinhas". Eu quero agradecer a cada uma de vocês que me fizeram e ainda fazem tão bem. Nesse ultimo mês, onde a saudade bateu mais forte em mim, porque o meu baby tá embarcado lá looonge, vocês estão sendo, como sempre, meu amparo, minha calma e meu ponto de equilibrio, rs.
Na verdade nossa amizade não tem se resumido somente aos momentos de angustia, certo? Nos momentos felizes também temos participado ativamente, haha. Eu acabei de assistir o vídeo pela miléssima vez, e confesso que me bateu uma saudade ENORME, como sempre, haha.
bem , quem tiver a curiosidade de assistir ao vídeo é só clicar AQUI

Nós sobrevivemos a EAMES 2009

mesmo quase morrendo de tanta saudade ;/
independente dos tropeços, das lágrimas, das noites mal dormidas, dos momentos difíceis. Tudo valeu a pena, por que nosso AMOR é maior que qualquer distância, é maior que qualquer dificuldade!
' Quem ama nunca desiste,
porém suporta tudo com fé, esperança e paciência. '
-1Cor 13.4-7
e até aqui nos ajudou o Senhor :)
A distância é algo que só quem consegue supera, entende. O valor de uma foto, ou de uma carta só quem vive sabe o valor de um VERDADEIRO AMOR!
O amor é paciente e benigno, não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece. não se conduz inconveniente não procura os seus interesses não se exaspera, não se ressente do mal, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade tudo SOFRE, tudo CRÊ, tudo ESPERA, tudo SUPERA.
O AMOR JAMAIS ACABARÁ!
Cr. 13, 4-8
Esse é apenas o começo de uma grande e longa história de amor S2




EU AMO MUITO VOCÊS, MINHAS BOYZINHAS THUCAS!

* uma vez boyzinha, sempre boyzinha! rs

Respeito, Okay ?


Eu que jamais me habituarei a mim, gostaria que o mundo não me escandalizasse. Você de repente não estranha de ser você? Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento. É que sou um pouco antes. E só isso. Juro por Deus. E sou um pouco depois também. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo. Não é à toa que entendo os que buscam caminho. Como busquei arduamente o meu! E como hoje busco com sofreguidão e aspereza o meu melhor modo de ser, o meu atalho, já que não ouso mais falar em caminho. Eu que tinha querido. O Caminho, com letra maiúscula, hoje me agarro ferozmente à procura de um modo de andar, de um passo certo. Mas o atalho com sombras refrescantes e reflexo de luz entre as árvores, o atalho onde eu seja finalmente eu, isso não encontrei. Mas sei de uma coisa: meu caminho não sou eu, é outro, é os outros. Quando eu puder sentir plenamente o outro estarei salva e pensarei: eis o meu porto de chegada. O que eu sinto, eu não ajo. O que ajo, não penso. O que penso, não sinto. Do que sei, sou ignorante. Do que sinto, não ignoro. Não me entendo e ajo como se me entendesse. A única verdade é que vivo. Sinceramente, eu vivo. Quem sou? Bem, isso já é demais. E nesse silêncio profundo se esconde minha imensa vontade de gritar.
É porque sou muito nova ainda e sempre que me tocam ou não me tocam, sinto.
Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada. Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Eu disse a uma amiga :
- A vida sempre super exigiu de mim.
Ela Disse:
-Mas lembre-se de que você também super exige da vida.
Sim.

O que obviamente não presta sempre me interessou muito. E então aconteceu: do fundo de meu coração, eu queria aquela rosa pra mim. Eu queria, ai como eu queria. E não havia jeito de obtê-la. No meio do meu silêncio e do silêncio da rosa, havia o meu desejo de possuí-la como coisa só minha. Eu queria poder pegar nela. Queria cheirá-la até sentir a vista escura de tanto perfume. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar, duram uma eternidade.
Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma. Até cortar os defeitos pode ser perigoso - nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro... há certos momentos em que o primeiro dever a realizar é em relação a si mesmo. Quase quatro anos me transformaram muito. Do momento em que me resignei, perdi toda a vivacidade e todo interesse pelas coisas. Você já viu como um touro castrado se transforma em boi. Assim fiquei eu... Para me adaptar ao que era inadaptável, para vencer minhas repulsas e meus sonhos, tive que cortar meus grilhões - cortei em mim a forma que poderia fazer mal aos outros e a mim. E com isso cortei também a minha força. Ouça: respeite mesmo o que é ruim em você - respeite sobretudo o que imagina que é ruim em você - não copie uma pessoa ideal, copie você mesma - é esse seu único meio de viver. Juro por Deus que, se houvesse um céu, uma pessoa que se sacrificou por covardia ia ser punida e iria para um inferno qualquer. Se é que uma vida morna não é ser punida por essa mesma mornidão. Pegue para você o que lhe pertence, e o que lhe pertence é tudo o que sua vida exige. Parece uma vida amoral. Mas o que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma. Gostaria mesmo que você me visse e assistisse minha vida sem eu saber. Ver o que pode suceder quando se pactua com a comodidade da alma. Ás vezes eu não sei se quero parar porque estou cansada ou porque quero desistir. Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas as vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: Quer-se absorve a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca.
E se me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar.
Clarice Lispector

sábado, 26 de junho de 2010

criança




você me aperta, me belisca, me abraça forte, tão forte que chego a perder o ar. Implica, mostra lingua, fala mal do meu time, diz que o seu é bem melhor, até parece. Me pega no colo me faz de boneca, faz cocegas, quase me dá um nó. Me estressa, me irrita, mas a vida fica tão mais sem graça sem você com sem as suas coisas e momentos de criança. Com você do meu lado volto aos meus 5 anos, onde eu brigava com meu amiguinho fazia "cara de mal", cortava dedinho e cinco minutos depois já estou brincando de pique. Cada situação que passei até chegar o dia de hoje me fez amadurecer e me preparou pra poder te encarar como o homem que Deus tem preparado pra mim. Eu não sei o que o futuro de Deus nos reserva , mas peço a Ele que me permita ter cinco anos todos os dias da minha vida, até que a morte nos separe. Que os nossos filhos acreditem no amor, mas no amor de verdade. Que nos tenham como reflexo do amor, do carinho, respeito, lealdade e AMIZADE que um casal precisa. E não nesse amor de internet, banalizado e express, onde o amor virou bom dia e não tem mais o significado puro de uns sete anos atras, antes desses vícios chamados orkut, msn, twiter e afins. Eu acredito com todas as forças no amor, me chamem de idiota, boba, enfim do que quiserem. Eu creio sim em mãos dadas, passeios na praça, caras e bocas de criança imitando bichinho, sorrisos bobos e piadas que só quem ama entende. Não acreditar no amor pra mim, é como desacreditar de Deus. Ainda acho que a minha fé é pequena demais e continuo pedindo a Deus para que ela cresça a cada dia mais e mais, mas nem por isso eu deixa de acreditar em Deus. No amor Dele por mim e todas as coisas maravilhosas que Ele preparou pra mim. E eu sei que eu vou ter uma familia linda, forte e unida; e se Ele permitir, vou ter cinco anos todos os dias (:




eu te amo e acredito no nosso amor - minha saudade é grande e ontem eu percebi que a sua também , haha - e a certeza de que eu vou ficar uma velhinha com cinco anos de idade, com cabelos brancos, curvadinha e do seu lado só aumenta. Que Deus te guarde e te proteja, e que esse oceano de distância logo desapareça e que você volte pro meus braços e abraços de que você tanto sente falta , logo logo.



beijos e não desliga

diga sempre a verdade!


Já fui de esconder o que sentia, e sofri com isso. Hoje não escondo nada do que sinto e penso, e às vezes também sofro com isso, mas ao menos não compactuo mais com um tipo de silêncio nocivo: o silêncio que tortura o outro, que confunde, o silêncio a fim de manter o poder num relacionamento.
Assisti ao filme Mentiras sinceras com uma pontinha de decepção -os comentários haviam sido ótimos, porém a contenção inglesa do filme me irritou um pouco -mas, nos momentos finais, uma cena aparentemente simples redimiu minha frustração. Embaixo de um guarda-chuva, numa noite fria e molhada, um homem diz para uma mulher o que ela sempre precisou ouvir. E eu pensei: como é fácil libertar uma pessoa de seus fantasmas e, libertando-a, abrir uma possibilidade de tê-la de volta, mais inteira.
Falar o que se sente é considerado uma fraqueza. Ao sermos absolutamente sinceros, a vulnerabilidade se instala. Perde-se o mistério que nos veste tão bem, ficamos nus. E não é este tipo de nudez que nos atrai.
Se a verdade pode parecer perturbadora para quem fala, é extremamente libertadora para quem ouve. É como se uma mão gigantesca varresse num segundo todas as nossas dúvidas. Finalmente se sabe.
Mas sabe-se o quê? O que todos nós, no fundo, queremos saber: se somos amados.
Tão banal, não?
E no entanto esta banalidade é fomentadora das maiores carências, de traumas que nos aleijam, nos paralisam e nos afastam das pessoas que nos são mais caras. Por que a dificuldade de dizer para alguém o quanto ele é – ou foi – importante? Dizer não como recurso de sedução, mas como um ato de generosidade, dizer sem esperar nada em troca. Dizer, simplesmente.
A maioria das relações – entre amantes, entre pais e filhos, e mesmo entre amigos – ampara-se em mentiras parciais e verdades pela metade. Podem-se passar anos ao lado de alguém falando coisas inteligentíssimas, citando poemas, esbanjando presença de espírito, sem alcançar a delicadeza de uma declaração genuína e libertadora: dar ao outro uma certeza e, com a certeza, a liberdade. Parece que só conseguiremos manter as pessoas ao nosso lado se elas não souberem tudo. Ou, ao menos, se não souberem o essencial. E assim, através da manipulação, a relação passa a ficar doentia, inquieta, frágil. Em vez de uma vida a dois, passa-se a ter uma sobrevida a dois.
Deixar o outro inseguro é uma maneira de prendê-lo a nós – e este “a nós” inspira um providencial duplo sentido. Mesmo que ele tente se libertar, estará amarrado aos pontos de interrogação que colecionou. Somos sádicos e avaros ao economizar nossos “eu te perdôo”, “eu te compreendo”, “eu te aceito como és” e o nosso mais profundo “eu te amo” – não o “eu te amo” dito às pressas no final de uma ligação telefônica, por força do hábito, e sim o “eu te amo” que significa: “seja feliz da maneira que você escolher, meu sentimento permanecerá o mesmo”.
Libertar uma pessoa pode levar menos de um minuto. Oprimi-la é trabalho para uma vida. Mais que as mentiras, o silêncio é que é a verdadeira arma letal das relações humanas.

Martha Medeiros

sexta-feira, 25 de junho de 2010

quando te vi


“E lembro da primeira vez que eu te vi e te achei meio feio, vesgo, estranho. Até que você me suspendeu no ar por razão nenhuma eu tive certeza que meu filho nasceria um pouco feio, vesgo e estranho.”

Tati Bernardi.



Quando eu li esse trecho do texto da Tati , logo lembrei de você. Porque a primeira vez que eu te vi também pensei, nossa, que menino mais bobo. Se acha, ele é um tanto quanto estranho, orelhudo, olha o bigodinho migelito dele, o bumbum avantajado, nem comento. Como pode ? Que carinha de criança ele tem.
Até que, eu já te amando muito, fui surpreendida com aquele bendita frase (eu largo tudo, abro mão, por você, por nós), naquele momento eu tive a certeza de que o Pedro nasceria um tanto quando orelhudo, estranhinho, bobo igual ao pai e com um MEGA BUMBUM! De verdade, logo me veio na cabeça muitas das coisas que já tinhamos em mente a respeito dos nossos filhos e do nosso futuro. Todas as vezes que te vejo com alguma criança no colo e vejo o teu olhar, o teu carinho e cuidado, isso me encanta tanto. E me faz ter a certeza de que eu fiz a escolha certa e que o Pedro e a Luiza vão ter o melhor pai do mundo (:

quinta-feira, 24 de junho de 2010

A Bela eo Burro

confesso que chorei.

"Que outra mulher te veria além da sua casca? Você não entende que eu baixei a música do "Midnight Cowboy" e umas boas do Talking Heads, Vinícius de Morais e do Smiths porque achei divertido te fazer uma massa ouvindo algumas músicas que dão vontade de viver. Uma massa que você não vai comer porque está perdendo o paladar para o que a vida tem de verdadeiro e bom. É tanta comida estragada, plastificada e sem sal, que você está perdendo o paladar para mulheres como eu. E você não sabe como vale a pena gostar de alguém e acordar na casa dessa pessoa e tomar suco de manga lendo notícias malucas no jornal como o cara que acha que é vampiro. Tudo sem vírgula mesmo e, nem por isso, desequilibrado ou antes da hora.Você não sabe como isso é infinitamente melhor do que acordar com essa ressaca de coisas erradas e vazias. Ou sozinho e desesperado pra que algum amigo reafirme que o seu dia valerá a pena. Ou com alguma garotinha boba que vai namorar sua casca. A casca que você também odeia e usa justamente para testar as pessoas "quem gostar de mim não serve pra mim".E eu tenho vontade de segurar seu rosto e ordenar que você seja esperto e jamais me perca e seja feliz. E entenda que temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz. A gente dá muitas risadas juntos. A gente admira o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. A gente acha que o mundo está maluco e sonha com a praia do Espelho e com sonos jamais despertados antes do meio-dia. A gente tem certeza de que nenhum perfume do mundo é melhor do que a nuca do outro no final do dia. A gente se reconheceu de longa data quando se viu pela primeira vez na vida.E você me olha com essa carinha banal de "me espera só mais um pouquinho". Querendo me congelar enquanto você confere pela centésima vez se não tem mesmo nenhuma mulher melhor do que eu. E sempre volta.Volta porque pode até ter uma coxa mais dura. Pode até ter uma conta bancária mais recheada. Pode até ter alguma descolada que te deixe instigado. Mas não tem nenhuma melhor do que eu. Não tem.
Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontra um pouco de chão. E, quando precisa se sentir especial e amado, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento mais safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo. E eu passei os últimos anos escrevendo sobre como você era especial e como eu te amava e isso e aquilo. Mas chega disso.Caiu finalmente a minha ficha do quanto você é, tão e somente, um cara burro. E do quanto você jamais vai encontrar uma mulher que nem eu nesses lugares deprê em que procura. E do quanto a sua felicidade sem mim deve ser pouca pra você viver reafirmando o quanto é feliz sem mim e principalmente viver reafirmando isso pra mim. Sabe o quê? Eu vou para a cama todo dia com 5 livros e uma saudade imensa de você. Ao invés de estar por aí caçando qualquer mala na rua pra te esquecer ou para me esquecer. Porque eu me banco sozinha e eu me banco com um coração. E não me sinto fraca ou boba ou perdendo meu tempo por causa disso. E eu malho todo dia igual a essas suas amiguinhas de quem você tanto gosta, mas tenho algo que certamente você não encontra nelas: assunto.
Bastante assunto.Também sou convidada para essas festinhas com gente "wanna be" que você adora. Mas eu já sou alguém e não preciso mais querer ser. E eu, finalmente, deixei de ter pena de mim por estar sem você e passei a ter pena de você por estar sem mim. Coitado."

Tati Bernardi

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Certezas


Não quero alguém que morra de amor por mim. Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando. Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade. Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim. Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível. E que esse momento será inesquecível. Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre. E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém. E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho. Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento. e não brinque com ele. E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo. Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe. Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz. Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obterei êxito e serei plenamente feliz. Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas. Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”. Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros. Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento. Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão. Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim. E que valeu a pena.

— Mário Quintana

terça-feira, 22 de junho de 2010

só de ouvidos a quem te ama


Só dê ouvidos a quem te ama. Outras opiniões, se não fundamentadas no amor, podem representar perigo. Tem gente que vive dando palpite na vida dos outros. O faz porque não é capaz de viver bem a sua própria vida. É especialista em receitas mágicas de felicidade, de realização, mas quando precisa fazer a receita dar certo na sua própria história, fracassa. Tem gente que gosta de fazer a vida alheia a pauta principal de seus assuntos. Tem solução para todos os problemas da humanidade, menos para os seus. Dá conselhos, propõe soluções, articula, multiplica, subtrai, faz de tudo para que o outro faça o que ele quer. Só dê ouvidos a quem te ama, repito. Cuidado com as acusações de quem não te conhece. Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente. Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos. Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas. Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor. Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama. Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas. Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro. Ando pensando no poder das palavras. Há palavras que bendizem, outras que maldizem. Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas. Quero ser também. Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou. Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar. Quero viver para fazer esquecer, queira também. Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir. Repito: só dê ouvidos a quem te ama. Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo. Só mais uma coisa. Não te preocupes tanto com o que acham de ti. Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas. O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito. A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos. Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos. O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que nEle havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade. Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.

Padre Fábio de Melo

segunda-feira, 21 de junho de 2010

sobre você



'ponha a saia mais leve, aquela de chita e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela'

Carlos Drummond de Andrade

gosto muito de ti.






Ontem por incrível que pareça todos os lugares que pisei eu te procurei. Teus rastros ficaram por lá. O balançar de teus cabelos e esse teu jeito meio atacado de ser. Fiquei feliz em poder sentir tua falta, - a falta mostra o quão necessitamos de algo/alguém. É assim o nosso ciclo. Eu te preciso. Perto, longe, tanto faz. Preciso saber que tu está bem, se respira, se comeu ou tomou banho - com o calor que está fazendo neste verão, tome pelo menos uns três ao dia, e pense em mim, estou com calor também. Me faz bem pensar nessas atividades corriqueiras, que supostamente você está fazendo. Ah, e eu estou te esperando, com meu vestido curto, óculos escuros grandes e meu coração pulsando forte, e te abraçar até sentir o mundo girar apenas para nós. É, eu gosto muito de ti.

Caio Fernando Abreu.

domingo, 20 de junho de 2010

gostar é tão facil


... que ninguém aceita aprender.

Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar: aprenda a fazer bonito o seu amor. Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito. Aprenda, apenas, a tão difícil arte de amar bonito. Gostar é tão fácil que ninguém aceita aprender.

Tenho visto muito amor por aí, Amores mesmo, bravios, gigantescos, descomunais, profundos, sinceros, cheios de entrega, doação e dádiva, mas esbarram na dificuldade de se tornar bonito. Apenas isso: bonitos, belos ou embelezados, tratados com carinho, cuidado e atenção. Amores levados com arte e ternura de mãos jardineiras.

Aí esses amores que são verdadeiros, eternos e descomunais de repente se percebeu ameaçados apenas e tão somente porque não sabem ser bonitos: cobram; exigem; rotinizam; descuidam; reclamam; deixam de compreender; necessitam mais do que oferecem; precisam mais do que atendem; enchem-se de razões. Sim, de razões. Ter razão é o maior perigo no amor. Quem tem razão sempre se sente no direito (e o tem) de reinvindicar, de exigir justiça, equidade, equiparação, sem atinar que o que está sem razão talvez passe por um momento de sua vida no qual não possa ter razão. Nem queira. Ter razão é um perigo: em geral enfeia o amor, pois é invocado com justiça mas na hora errada. Amar bonito é saber a hora de ter razão.

Ponha a mão na consciência. Você tem certeza que está fazendo o seu amor bonito? De que está tirando do gesto, da ação, da reação, do olhar, da saudade, da alegria do encontro, da dor do desencontro, a maior beleza possível? Talvez não. Cheio ou cheia de razões, você espera do amor apenas aquilo que é exigido por suas partes necessitadas, quando talvez dele devesse pouco esperar, para valorizar melhor tudo de bom que de vez em quando ele pode trazer. Quem espera mais do que isso sofre, e sofrendo deixa de amar bonito. Sofrendo, deixa de ser alegre, igual criança. E sem soltar a criança, nenhum amor é bonito.

Não tema o romantismo. Derrube as cercas da opinião alheia. Faça coroas de margaridas e enfeite a cabeça de quem você ama. Saia cantando e olhe alegre. Recomendam-se: encabulamentos; ser pego em flagrante gostando; não se cansar de olhar, e olhar; não atrapalhar a convivência com teorizações; adiar sempre, se possível com beijos, “aquela conversa importante que precisamos ter”, arquivar se possível, as reclamações pela pouca atenção recebida. Para quem ama toda atenção é sempre pouca. Quem ama feio não sabe que pouca atenção pode ser toda atenção possível. Quem ama bonito não gasta o tempo dessa atenção cobrando a que deixou de ter.

Não teorize sobre o amor (deixe isso para nós, pobres escritores que vemos a vida como criança de nariz encostado na vitrine, cheia de brinquedos dos nossos sonhos): não teorize sobre o amor, ame. Siga o destino dos sentimentos aqui e agora.

Não tenha mêdo exatamente de tudo o que você teme, como: a sinceridade; não dar certo; depois vir a sofrer (sofrerá de qualquer jeito); abrir o coração; contar a verdade do tamanho do amor que sente.

Jogue pro alto todas as jogadas, estratagemas, golpes, espertezas, atitudes sabidamente eficazes (não é sábio ser sabido): seja apenas você no auge de sua emoção e carência, exatamente aquele você que a vida impede de ser. Seja você cantando desafinado, mas todas as manhãs. Falando besteiras, mas criando sempre. Gaguejando flores. Sentindo o coração bater como no tempo do Natal infantil. Revivendo os carinhos que instruiu em criança. Sem mêdo de dizer, eu quero, eu gosto, eu estou com vontade.

Talvez aí você consiga fazer o seu amor bonito, ou fazer bonito o seu amor, ou bonitar fazendo seu amor, ou amar fazendo o seu amor bonito (a ordem das frases não altera o produto), sempre que ele seja a mais verdadeira expressão de tudo o que você é e nunca, deixaram, conseguiu, soube, pôde, foi possível, ser.

Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto. Não se preocupe mais com ele e suas definições. Cuide agora da forma. Cuide da voz. Cuide da fala. Cuide do cuidado. Cuide do carinho. Cuide de você. Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e só assim poder começar a tentar fazer o outro feliz.


Arthur da Tavola

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Para viver um grande amor


Para Viver Um Grande Amor

Vinicius de Moraes


Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... — não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro — seja lá como for. Há que fazer do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos quer sempre consigo para iludir o grande amor. É preciso muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade — para viver um grande amor. Pois quem trai seu amor por vanidade é um desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.

Para viver um grande amor, il faut além de fiel, ser bem conhecedor de arte culinária e de judô — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito — peito de remador. É preciso olhar sempre a bem-amada como a sua primeira namorada e sua viúva também, amortalhada no seu finado amor.

É muito necessário ter em vista um crédito de rosas no florista — muito mais, muito mais que na modista! — para aprazer ao grande amor. Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo; depois, um tutuzinho com torresmo conta ponto a favor...

Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, strogonoffs — comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor?

Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto — pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas também com a mente, pois qualquer "baixo" seu, a amada sente — e esfria um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia — para viver um grande amor.

É preciso saber tomar uísque (com o mau bebedor nunca se arrisque!) e ser impermeável ao diz-que-diz-que — que não quer nada com o amor.

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada — para viver um grande amor.


Texto extraído do livro "Para Viver Um Grande Amor", José Olympio Editora - Rio de Janeiro, 1984, pág. 130.

domingo, 13 de junho de 2010

Absoluto em mim


Não tenho nada que me prove a existência de Deus
e, mesmo assim, Ele continua sendo o absoluto dos meus dias.
Nunca choveu maná no quintal da minha casa
e a imagem que tenho da Virgem Maria nunca derramou uma lágrima.
O que tenho aqui é esta mão machucada, este dedo sangrando,
este nó na garganta, este humano desconsolo,
esta dor, esta cor e este olhar desconcertante de Deus,
deixando-me sem jeito ao dizer que me ama..

Pe. Fábio de Melo

vou indo, feliz ..


Sempre que pensava nas pequenas bênçãos do dia a dia, nas pequenas coisas que guardavam em si um que a mais de magia, molhava o olhar com sorrisos d’água e se entregava toda ela à emoção. É que toda vez que seus olhos sorriam assim, de agradecimento, o corpo todo ía junto. Corpo, alma e coração.

sábado, 12 de junho de 2010

DIA DAS NAMORADAS!

quero reivindicar o dia das NAMORADAS! rs

"Numa sociedade em que os slogans publicitários repetem sem cessar as palavras 'instantâneo, imediatamente', e em que queremos ter 'tudo e já', vejam bem que é preciso tempo para edificar a relação interpessoal de marido e mulher e que o teste do amor é o compromisso duradouro". Papa João Paulo II aos jovens das Ilhas Maurícias, em outubro de 1989

Regras que precisam ser observadas num relacionamento

Há algumas regras de ouro que sempre precisam ser observadas em qualquer relacionamento humano, de modo especial no namoro, que vai além de uma simples amizade.


Vamos enumerá-las aqui:


1 - Fugir de todo mal humor e irritação; pois isto azeda o relacionamento.
Como é triste e difícil conviver com uma pessoa que só sabe reclamar; que só sabe ser do contra; e que nunca está satisfeita! Se você é assim, saiba que precisa de uma psicoterapia e de uma cura interior que o ajude a enxergar-se e mudar de comportamento. Se você quiser matar o seu namoro, e mesmo as suas amizades, continue a cultivar a lamúria, o mal-humor e a irritação. Um casal irritado vive "explodindo!; e você sabe quais são as conseqüências de uma explosão. Quem ama mais se irrita menos, reclama menos, é como a cana de açúcar, mesmo esmagada na moenda, transformada em bagaço, só sabe dar a doçura. Quando um não quer dois não brigam, esta é a força daquele que ama.


2 - Corrigir o outro com carinho, se isto for inevitável. Mas faça-o sem que os outros percebam, e na hora certa, não quando a pessoa está magoada ou irritada. É difícil fazer um curativo numa ferida aberta. Só podemos tocar nela para curá-la, jamais para fazer a pessoa sofrer ainda mais.



3 - Nunca grite com o outro; pois gritar além de não resolver nada, ainda causa ressentimento e humilhação na pessoa. Se você grita numa discussão é porque os seus argumentos são fracos. Não apele para o direito da força, mas use a "força do direito!". Se você gritar com o outro, ele vai ficar com medo de você, ficará bloqueado, e terá medo de abrir o coração para você entrar. Certa vez um amigo, que era açougueiro, disse-me que, se gritar resolvesse alguma coisa, nenhum porco morreria...


4 - Não jogue no rosto do outro os erros que ele cometeu no passado. Isto acontece muitas vezes na hora de uma discussão acirrada. Ora, ninguém gosta de ser lembrado pelos erros que cometeu no passado, e nem gosta de ser caracterizado por seus defeitos. Qualquer pessoa é sempre superior aos seus erros e defeitos. Não desenterre o passado triste do seu namorado, o qual ele tanto se esforça para esquecer. Talvez fosse melhor até terminar o namoro do que partir para essa apelação dolorosa.


5 - Não seja displicente com o outro. Não o deixe, por exemplo, "ficar falando sozinho", sem a sua devida atenção. Pare o que você estiver fazendo para dar atenção ao outro quando ele falar com você. Talvez você possa ser displicente com as outras pessoas, mas jamais com aquela que você escolheu para começar a caminhar juntos. Não deixe passar um dia sequer sem lhe dirigir uma palavra de carinho, de atenção, de elogio, etc.


6 - Saiba reconhecer o seu erro quando errar. Saiba pedir perdão ao outro, e de imediato, faça o que for possível para reparar o seu erro. Não fique se desculpando, disfarçando, não querendo dar o braço a torcer. Saiba de uma coisa: quando se erra, só existe uma atitude honesta e madura a ser tomada; pedir perdão à pessoa ofendida e reparar o dano causado. Fora disso, é orgulho e arrogância. Errar é humano, e todos nós temos o direito de errar; mas saber reconhecer o erro é divino. Quanto bem faz a um casal esta palavra: "Meu bem, me perdoe!"


7 - Nunca se separem brigados um com o outro. Cheguem antes num acordo. Não se pode juntar problema sobre problema no relacionamento dos dois; é preciso aprender a resolvê-los. Até certo ponto eles são normais em nossa vida, mas precisam ser resolvidos sem adiá-los. Não deixe para amanhã aquilo que vocês precisam resolver hoje. Já pensou se você usasse a mesma leiteira que você usou ontem, para ferver o leite novo, sem lavá-la antes? O leite novo azedaria. O mesmo acontece com o casal que acumula problemas sem resolvê-los.


8 - Aprendam a combinar as coisas. Muitos desentendimentos surgem entre os casais porque não aprenderam a combinar as coisas a fazer. O povo diz que "aquilo que é combinado não é caro". Às vezes você fica zangado porque o mecânico do carro cobrou caro demais. Mas isto só aconteceu porque você não combinou o preço antes do conserto. Tive um amigo que dizia-me que tinha combinado com a esposa até "a hora da briga" . Seria sempre antes de dormirem. Então, quando um se exaltava com o outro por qualquer motivo, logo o mais calmo já ia dizendo: "não é agora a hora da briga". Quando esta chegava, os nervos já tinham se acalmado, e nada de briga, acabava tudo numa boa conversa. Que tal?


9 - Não envolva os familiares nos problemas do namoro. A menos que, de comum acordo, vocês queiram consultá-los. O sangue grita muito alto em nossas veias; e não são todos que têm maturidade suficiente para discernir as coisas quando se trata de parentes envolvidos na questão. Se você quiser viver sempre bem com o seu namorado, então não fale mal dos seus pais e irmãos para ele; é claro que ele não vai gostar. Não se intrometa nos problemas da família dela, a menos que você seja consultado; assim mesmo evite tomar partidos para que não se divida a família. Se de um lado é preciso amar a família do outro, e recebê-la na sua vida como se fosse a sua segunda família, no entanto, será preciso cuidado para não a ficar criticando para o outro; isto o deixaria dividido entre o amor que tem a você e o amor que tem aos seus.


10 - quando necessário esteja pronto a sofrer pelo outro. Mesmo já no namoro pode haver momentos de sofrimento. Às vezes pode ser a perda de um ente querido do outro; uma doença triste; um acidente; uma notícia desagradável, etc. Nesta hora saiba estar ao lado do outro e fortalecê-lo com a fé em Deus, que "supera todo o entendimento humano".

Prof. Felipe Aquino
Livro: Namoro - RECOMENDO TOTALMENTE ESSE LIVRO!
Eu ame, li duas vezes e dei pro meu namorado, quem tiver a oportunidade, compre (:

Amor maduro

O amor maduro não é menor em intensidade. Ele é apenas silencioso. Não é menor em extensão. É mais definido, colorido e poetizado. Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento. Não precisa de presenças exigidas: amplia-se com as ausências significantes. O amor maduro tem e quer problemas, sim, como tudo. Mas vive dos problemas da felicidade. Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer. Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro. Na felicidade está o encontro de peles, o ficar com o gosto da boca e do cheiro, está a compreensão antecipada, a adivinhação, o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto, os discursos silenciosos da percepção, o prazer de conviver, o equilibrio de carne e de espírito. O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa. Ele vive do que não morreu mesmo tendo ficado para depois. Vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados, cheios de sementes. Ele não pede, tem. Não reivindica, consegue. Não percebe, recebe. Não exige, dá. Não pergunta, adivinha. Existe para fazer feliz. O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão. Basta-se com o todo do pouco. Não precisa e nem quer nada do muito. Está relacionado com a vida e sua incompletude, por isso é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso. É feito de compreensão, música e mistério. É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança. É o sol de outono: nítido mas doce, luminoso, sem ofuscar, suave mas definido, discreto mas certo.


Um Sol que aquece até queimar.

(Artur da Távola)

Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.

(Antoine de Saint-Exupéry, in 'Cidadela')


amor, estou com saudades! Eu hoje, mais do que nos últimos dias, senti a sua falta. Não por ser dia dos namorados, (afinal , dia dos namorados é todo dia, 12/06 é mais uma data comercial) mas pelo fato de que eu acordei com teu cheiro, como se estivesse ali, no meu quarto. Senti uma coisa boa, e ao mesmo tempo ruim. Boa porque era como se você estivesse ali comigo e ruim porque logo percebi que não teria seu abraço forte e apertado. Mas Deus logo em seguida me consolou e me lembrou de que hoje, falta menos do que ontem e que logo , logo estará de volta. Vivo em Deus na espera de logo poder ter-te ao meu meu lado. Que nesse dia das Namoradas tu possas sentir todo o meu amor, carinho, admiração e respeito. Te quero bem e se o melhor pra você é estar do outro lado do oceano, então fico feliz por você. E que os ventos que vem e vão por esse oceano que nos separa possa levar meu beijo e nos aproximar, nem que seja por um segundo. Eu te amo e te espero o tempo que for necessário. Se cuida! Deus conosco está s2

terça-feira, 8 de junho de 2010

saudades inenarraveis


"Amar não é aceitar tudo Aliás:
onde tudo é aceito,
desconfio que há falta de amor".
Vladimir Maiakovski


Você me escuta estou falando com você através da água, através do oceano azul profundo. Garoto, eu te escuto nos meus sonhos. Escuto seu sussurro através do mar. Hoje pensei tanto em nós dois que não podia deixar pra depois e eu vim aqui só pra dizer que eu sou louca por você. Eu mantenho você comigo no meu coração. Você torna isso mais fácil quando a vida fica difícil. Na dor o sentimento é dividido, na alegria, a felicidade vem em dobro, não se esqueça disso! amooooooooor da minha vida , daqui até eternidade. nossos destinos foram traçados na maternidade Você é luz, é raio, estrela e luar. Manhã de sol, meu iáiá meu iôiô. Porque quando eu to triste você simplimente me abraça :) Eu te tenho com a certeza de que você pode ir, te amo com a certeza de que irá voltar; pra gente ser feliz. Saudade, já nn sei se é a palavra certa pra usar. É, enfim, saudade. Inexplicável aos teus inocentes olhos, eles que brilham, eles que eu sinto falta. Longe daqui, longe de tudo. Meu sonhos vão te buscar. Vem pro meu mundo, eu sempre vou te esperaa-ar. Tenho sorte porque estou apaixonada pelo meu melhor amigo. Sorte por ter estado onde estive. Meu docinho de côco , você tá me deixando louca, rs . E até quem me vê lendo jornal na fila do pão sabe que eu te encontrei. E ninguém dirá que é tarde demais, que é tão diferente assim. O nosso amor a gente é quem sabe. Por você eu dançaria tango no teto, eu limparia os trilhos do metrô, eu iria a pé (nadando) do Rio a Salvador (África). Como nos filmes, no final tudo vai dar certo. Quem foi que disse que pra estar junto, precisa estar perto? Intimidades e brincadeiras só a gente entende. Pra quem fala que namorar é perder tempo, eu digo: há muito tempo eu não cresci o que cresci contigo! Lembre-se que eu sempre serei sincera. E quando eu estiver fora, eu escrevei pra casa todo dia! E mandarei todo o meu amor pra você.

há quem diga que a distância atrapalha, e que por causa dela o amor não existe, mas é por causa da distância que os beijos começam a ser sonhados e os abraços tão desejados. Os encontros tornam-se desejos. O coração passa a ser um só. A solidão pode até bater em sua porta, uma ou duas vezes , mas a certeza de ter um ao outro , acaba com qualquer solidão. Os planos começam a ser feitos, com a certeza de que serão cumpridos. E pensar que estão cada um em um canto do mundo . E como se estivessem juntos, o tempo inteiro. As palavras valem muito nessas horas , valem tudo ! São ditas , com a certeza da resposta . A felicidade é grande , mas não é medida , por dias nem anos , mas por instantes. Podem haver milhões e milhões de quilômetros , mas o amor consegue ser um bilhão de vezes maior . A distância é algo que só quem consegue superar , entender o valor de uma foto ou de uma carta. Só quem vive sabe o valor de um verdadeiro amor! E eu aprendi sem a gramática que saudade não tem tradução.

Quando bate a saudade eu pego as cartas eu leio, eu releio. Aspiro bem fundo o perfume, o seu cheiro na fotografia que você me deu.


Meus amores, tem mil e quinhentas musicas nesse post e sei que nn vou conseguir colocar o crédito para todas, mas vaga-lume existe pra isso, né ? Qualquer coisa só deixar um comentário ou me mandar um recadinho no orkut. Bem, estou com o coração transbordando de saudades, mas estou feliz. Porque em agosto isso acaba. Na vida temos que saber lidar com os obstaculos que ela nos impõe. A cada dia aprendo mais e mais isso.

Daqui a algum tempo você vai olhar pra trás, Deus é fiel, vai te tornar capaz. Pois tudo coopera pro bem, mesmo a dor também pra aqueles que amam a Deus e O temem, as suas feridas, hoje, tão expostas, serão suas cicatrizes, só marcas do passado, você vai estar mais forte, pra lutar com mais garra, pra ver seu sonho, enfim concretizado. Não desista dos teus sonhos, Deus tem o melhor pra você. Lembra que Ele está perto, Ele sofre com você. Não desista dos teus sonhos, a dor com um tempo vai passar entrega toda a tua angústia pro Consolador cuidar.

' Quem ama nunca desiste,
porém suporta tudo com fé,
esperança e paciência.'
- 1Cor 13.4-7
Related Posts with Thumbnails
Licença Creative Commons
This obra by Camila Milano is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compatilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
Based on a work at camilamilano.blogspot.com.