quinta-feira, 16 de setembro de 2010

e a cada giro ..



Já é quase de manhã, e eu ainda nem dormi, Fiquei lembrando das coisas bobas que você me disse, do seu sorriso sem jeito. E a cada palavra que você dizia, eu me perguntava qual seria o momento que elas cessariam. Não que eu pouco me importasse com elas ou que não estivesse prestando atenção, pra falar a verdade eu gravei cada palavra, cada pausa e cada vírgula sua. Mas queria tanto o silêncio, queria que ele por um momento imperasse, e ai então, você me beijasse.
O tão esperado silêncio veio, de mansinho. Num segundo senti todo o meu corpo estremecer. Mas ele, o silêncio, veio só, desacompanhado do meu beijo, dos seus lábios.
Ao menos pude apreciar o teu sorriso, quando os nossos olhos tentando fugir um do outro, se encontraram por um breve momento. Foi o suficiente para que o sorriso largo e as covinhas aparecessem. Num misto de vergonha e intimidade.
Numa próxima oportunidade, deixo esse constrangimento e te digo o quão feliz e até abobalhada eu fico ao te ver sorrir. Mas pra falar a verdade eu até acho que você já percebeu, porque depois desse breve encontro de olhares, você não parou mais de sorrir. Seria isso proposital? Uma provocação a esse meu coração frágil e louco por ti?
Lembro bem que como num sopro, sem mesmo eu sentir, você me puxou pra uma dança. Quando me vi, já estava no meio do salão, bailando contigo. E a cada giro parecia, que a minha perna sucumbia de agonia* por estar contigo e querer ser tua, não mais tão somente uma amiga.
Indescritível aquele momento. Nenhuma palavra se quer, nem mesmo um beijo, mas perfeito. Nossos corpos pareciam um só. O teu balanço era tão previsível pra mim, como se tu fosses parte de mim, parte integral do meu ser. Era como se você pudesse ler cada pensamento meu e soubesse a cada passo o que eu faria.
E no fim de tudo, quando a música se resumia num instrumental lento, lindo, quase parando, a tua frase veio completar a minha noite, junto do teu sorriso, que passou a ser habitual aos meus olhos: "Eu gosto tanto de ti, de estar contigo."
Na volta pra casa, mais bobeiras e besteiras, você me faz rir, e talvez, sem que você perceba até, me sinto protegida ao teu lado.
Saiu do carro, abriu a porta, me estendeu a mão, um gentleman. O som do carro alto, sem silêncio algum, e ele veio, o meu tão esperado beijo, pra fechar muito bem a noite. E mais tarde você vai vir aqui, me encontrar com olheiras horrendas. O sono não vem. E agora, me diz, como dormir depois de tantas emoções, tanta perfeição? O sol já vem vindo, o meu sorriso não se desfaz, e o meu coração insiste em relembrar cada momento.

*trecho em negrido é da música - Só sei dançar com você, da Tulipa Ruiz.

5 comentários:

@ anacarolinacorrêa disse...

Lindo, muito apaixonante.

Italo Stauffenberg disse...

adoro vir aqui e ler teus pensamentos! Muito bom este conto! Parabéns!

Forte abraço.

Tay disse...

Eu adoro o modo como você escreve sabe?
As palavras saindo, sei lá, me identifico, acho que parece com o jeito que eu conto as coisas.
Lindo texto! Se é real não sei, mas existe tanta cumplicidade nas linhas, é tem um ritmo, meio uma dança também.
Lindo lindo.
Obrigada pelo carinho de sempre tá?
Desculpa não passar tanto por aqui, leio seus textos sempre na edição visual, mas não posso comentar, porque leio com olhos de 'avaliadora'.
Beijooo!

Camila Paier disse...

Quando dizem que o amor é lindo, pode ser o maior clichê do mundo, mas todos sabemos o quanto real isso pode ser. Teu texto me deixou toda romântica, e saudosista, querendo viver tudo isso novamente. Aproveite, aproveite muito! São momentos únicos, totalmente marcantes. Enfim, adorei a parte da Tulipa, essa música dela é uma das minhas favoritas! Hahahaha
Beijoca!

Italo Stauffenberg disse...

here I go again!

obrigado pela visita e fiquei mt feliz por saber que apoias Marina! è bom saber disto! E vamos lá, rumo ao segundo turno, não?

Forte abraço e que DEUS possa te conceder uma semana mais que abençoada!

Related Posts with Thumbnails
Licença Creative Commons
This obra by Camila Milano is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compatilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
Based on a work at camilamilano.blogspot.com.