quarta-feira, 18 de maio de 2011

depende de como você vê..



-Claire, o que você vê nessa foto?
-O que eu vejo? Humm... (silêncio). O fim.
-Explica?
-Ah, Lucy! É simples. Eles estavam bem. Ela o abandonou. Ele sofreu. E agora vai tentar seguir em frente.
-É isso mesmo que você vê?
-Sim. Por quê?
-Você não acha que às vezes o problema é também a solução?
-Aonde você quer chegar?
-Tenta olhar, agora, da direita para esquerda. Ele sozinho em pleno verão, triste por qualquer motivo. Pode ter sido despedido do emprego, pode ter sofrido por amor, o cachorro pode ter morrido. E ele se lamenta; verão, inverno, outono. Sempre na mesma praça, sempre no mesmo banco. Talvez ela passasse ali todo dia e tenha começado a se preocupar com ele, com todo aquele mistério que ele tinha nos olhos, toda aquela caixinha de surpresa que era a vida dele. E talvez ela tenha se perguntado sobre o que ele estava sentindo, pensando, querendo e resolveu tentar ajudar. Então, em uma madrugada, antes que ele acordasse, ela se colocou ali no mesmo banco. E quando ele abriu os olhos, lá estava ela disposta a ajudá-lo com o que fosse.
-E ele disse qual era o problema?
-Pra quê, Claire? Ele já tinha a solução.

2 comentários:

Ana L. disse...

Tem selinho pra vc no blog *-*
http://sonhoseumpoucodenostalgia.blogspot.com/2011/05/selinhos.html

Roberta Oliveira disse...

Tem selinho pra vc lá no blog!!
;D
www.robertameyce.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails
Licença Creative Commons
This obra by Camila Milano is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compatilhamento pela mesma licença 3.0 Unported License.
Based on a work at camilamilano.blogspot.com.